segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Pré - Lançamento Jardins Marselha


Neste sábado, dia 08 de Novembro, aconteceu o pré-lançamento do mais novo empreendimento do bairro planejado Reserva Jardins, o Jardins Marselha.

Foi grande o número de pessoas que movimentaram o evento querendo conhecer e tirar dúvidas a respeito do empreendimento.

Agradecemos a visita de todos e à nossa equipe que se mantém dedicada ao Jardins Marselha e a atender todos os interessados em obter maiores informações .

Se você mora em Belém, vá nos fazer uma visita e se encantar com as possibilidades.

O stand de vendas está localizado dentro do Reserva Jardins, na BR 316, KM 18 Marituba - PA.


terça-feira, 14 de outubro de 2014

Variedade em revestimentos

Praticidade, beleza, qualidade e funcionalidade são alguns dos atributos que devem ser levados em consideração na escolha do material mais apropriado.

O mercado oferece diferentes opções de revestimento para todo tipo de uso e, claro, para todos os gostos. Porcelanatos, mosaicos, cimentícios, pastilhas, madeira, laminados, granitos, vidros, carpetes, borrachas, vinílicos... O fato é que os revestimentos fazem a diferença em um projeto, porém, é importante se atentar se eles atendem às reais necessidades de cada espaço. Que tipo de ambiente você quer criar? Moderno? Clássico? Natural? A partir do estilo, basta seguir à busca do material mais apropriado e que mais agrada o seu gosto. E não vão faltar opções. 



Veja algumas indicações para diferentes tipos de revestimentos:

Tintas neutras e texturizadas
As tintas são ótimas opções para sala, quartos, garagem e fachadas distantes da poluição.

As texturas acumulam muito pó e, por isso, o ideal é estarem em áreas que recebam pouca sujeira. Escolher uma cor neutra deixa a parede discreta e dá um ar de sofisticação.

Porcelanato
O porcelanato, tipo de cerâmica fabricada com tecnologia avançada, conquistou os profissionais de decoração. É como se fosse uma pedra artificial, com nível praticamente zero de absorção de água, que não mancha e nem cria mofo como as pedras naturais, que precisam ser resinadas. Essas características facilitam a manutenção e garantem alta durabilidade. Você encontra no mercado vários tipos do material, como o polido, o acetinado (semi-brilho), natural, rústico e antiderrapante. O consumidor tem à sua disposição grande variedade de modelos, texturas e cores.

Pastilhas
As pastilhas também são opções elegantes para panéis na sala de estar. Elas podem revestir uma ampla área da parede ou apenas pequenas faixas. Existe grande variedade de cores para as composições que deixam os ambientes belos e sofisticados.


Revestimento em pastilha e madeira


Madeira ou imitações
A madeira é muito utilizada em cômodos sociais e quartos. Revestimentos de madeira costumam ser caros e devem ser usados com cuidado para não deixar os ambientes carregados. O piso de madeira é considerado um material nobre de revestimento. Assoalhos, tacos, são bastante usados. Há no mercado muitas alternativas que trazem ao ambiente um resultado semelhante, com custo menor e facilidade de limpeza. É o caso dos pisos laminados que podem ser aplicados em várias superfícies verticais.

Granito e mármore
Estes são considerados revestimentos nobres. O granito possui como principal característica a sua alta resistência à abrasão e ao grande volume de tráfego. Muito utilizado em áreas sociais, cozinhas, escadas, fachadas e locais públicos. Para sua limpeza deve ser usado apenas um pano úmido. Já os mámores são mais utilizados em salas de jantar e banheiros. Por serem nobres, eles podem atingir valores mais expressivos, principalmente o mármore carrara e o travertino.


Revestimento em mármore travertino

Pedras
As pedras são bastante utilizadas em área de lazer e jardins, mas também podem ser usadas no interior de ambientes como revestimento de parede. Os revestimentos com pedras decorativas em paredes garante ao ambiente leveza, qualidade e durabilidade. Já as pedras naturais são muito utilizadas no acabamento de pisos e paredes.

Fonte: Revista INVOGA JARDINS 

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Empreendimentos residenciais apostam em sustentabilidade e equilíbrio ecológico




Nas capitais onde atua com a grife de condomínios horizontais “Jardins”, empresa disponibiliza para os moradores dezenas de árvores frutíferas da região para ajudar a equilibrar o meio ambiente urbano.    

A exemplo do que acontece em outros empreendimentos que constrói em várias capitais brasileiras, a FGR Urbanismo adotou em Natal a prática do chamado desenvolvimento sustentável, agregando como valor ecológico árvores produtoras de frutos comestíveis típicas da região. No condomínio Jardins Amsterdã, o caju divide as áreas verdes do empreendimento com o jenipapo, ingazeiro e o cajá-manga, entre outras espécies nativas.


Os moradores do Jardins Amsterdã têm para o deleite pessoal 14 pés de caju, 10 de açaí, 23 de jenipapo, 14 ingazeiros, 18 maracujá doce, 5 caja-mangas e 5 guarirobas, somando um total de 89 árvores frutíferas. A experiência encampada pela FGR também contribui para aumentar a biodiversidade, com a atração de pássaros e outros animais de ambientes naturais, ajudando a reequilibrar o meio ambiente urbano.
“A iniciativa objetiva reconectar os moradores dos condomínios Jardins com prazeres simples da vida, como colher frutas silvestres no pé ou aproveitar a sombra fresca de uma árvore para um merecido descanso ao fim da tarde”, destaca Michelle Perez, gerente de Marketing e Vendas da incorporadora.
 Para valorizar a qualidade de vida dentro dos Jardins, a FGR faz questão de priorizar as plantas típicas de cada região. No Jardins Veneza, em Vila Velha, o destaque é a  azedinha pitangueira, mas há espaço para o açaí e maracujá doce.
No Jardins Munique, em Goiânia, o jambolão está em primeiro lugar na arborização do condomínio, e em segundo vem o jatobá do cerrado. No Jardins Gênova, em Uberlândia, o maracujá doce e a mangaba exalam um doce perfume ao redor do condomínio. Já no Jardins Coimbra, na Grande Belém, o açaí chama a atenção dos moradores juntamente com o maracujá de flor vermelha.

Fonte: assessoria de imprensa

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

15 de setembro - Dia do Cliente



São três palavras que ajudam a trilhar com você, nosso cliente, a história da FGR Urbanismo. Muito obrigada.



quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Encante-se com o charme da bela Valência!

A Espanha possuí muitas belezas, e com Valência não poderia ser diferente. Esta importante cidade (a terceira maior do país) tem uma história milenar encantadora e prédios que vão lhe deixar boquiaberto (a). Faça agora um passeio rápido por seus principais pontos turísticos e já comece a planejar sua próxima viagem!

Catedral


A Catedral de Valência tem mais de mil anos de história, e a sua arquitetura mudou bastante ao longo do tempo. No lugar onde ela hoje se encontra havia antes uma mesquita, construída na época da invasão árabe. Diz-se que, após a retomada da cidade, o chão foi benzido e o lugar batizado como um templo cristão.
Há diversas capelas, cada uma dedicada a um santo diferente, além de variados estilos arquitetônicos, que vão do gótico ao neoclássico. O interior é belíssimo, de um esplendor difícil de encontrar. Lá dentro, há trabalhos de arte importantes, como duas pinturas do renomado pintor espanhol Goya, bem como pinturas de autoria de discípulos de Leonardo da Vinci.


Plaça de L’Ajuntament


Em resumo: uma das praças mais grandiosas da Espanha. O prédio mais imponente da praça é o Ajuntament, a prefeitura, que dá nome ao lugar. Além dele, você verá outros belíssimos exemplos da arquitetura espanhola do século IX, em toda a sua grandiosidade. Se chegar de trem na cidade, este deve ser o primeiro ponto turístico de Valência na sua lista, o que dará uma noção do que está por vir. Se puder, não deixe de sentar em um dos cafés ou restaurantes da praça para absorver toda sua beleza.




Plaça Redona

A Plaça Redona é uma mercado ao ar livre, de formato circular, que forma um “buraco” no meio dos prédios do centro da cidade. Lá, você encontrará os mais diversos tipos de estabelecimentos, desde bares e restaurantes a lojas de suvenires, cafés, etc. A praça tem uma fonte no centro e foi recentemente renovada, depois de anos de abandono. Vale a pena uma visita, nem que seja para conferir o seu formato curioso!



Mercat Central

Talvez você já tenha adivinhado o que é o Mercat Central, vendo o nome deste ponto turístico de Valência em valenciano (a segunda língua falada na região, depois do espanhol), mas, caso não, saiba que se trata do belíssimo mercado central de Valência. E, quando dizemos belíssimo, não estamos exagerando. Tanto interna quanto externamente, o Mercat Central dá um show de arquitetura, e, provavelmente, é um dos mais bonitos e organizados de toda a Europa, e poderia até passar por um centro de convenções, se não fosse pelas lojas espalhadas por lá. Apesar de toda “pompa”, não se engane, o Mercat Central é um mercado como outro qualquer, e você verá os valencianos correndo pra lá e pra cá com suas compras da semana. Existem algumas lojas especiais, vendendo produtos gourmets da região, como vinhos e cavas (a versão espanhola do champanhe), presuntos e queijos. Imperdível!




La Llotja de Mercaders

Este ponto turístico de Valência é tão importante que foi nomeado Patrimônio Mundial da Humanidade, e é considerado um dos mais belos exemplos da arquitetura medieval gótica da cidade. Era neste prédio que acontecia o importante comércio da cidade, e onde contratos eram fechados e disputas comerciais resolvidas. As influências árabes e mouriscas são evidentes na arquitetura do prédio, que teve sua construção iniciada em 1493.

O complexo tem várias partes, por isso, se deixar encantar apenas pelo salão principal e pelos jardins. Existe até uma espécie de porão, onde produtos eram armazenados, e também a corte de julgamento, que fica na parte superior, acessível através de uma escadaria. De lá, se tem um ótimo panorama dos jardins logo embaixo, que são cheios de laranjeiras.



Fonte:planteeuropa.com

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

2º Etapa do V Circuito FGR de Tênis

Essa semana está acontecendo a 2º Etapa do V Circuito FGR de Tênis. E no sábado, dia 23 de agosto será a tão esperada grande final. 
A FGR deseja boa sorte a todos os competidores!


terça-feira, 12 de agosto de 2014

Passeando por Munique!


Vamos conhecer um pouquinho de Munique, terceira cidade mais populosa da Alemanha. Faz parte do Estado da Baviera, e já ficou em 4º lugar no rank das Cidades mais Habitáveis do Mundo. Por ser extremamente moderna e organizada, a cidade tem como lema a seguinte frase: Munique ama você.

Hofbräuhaus


A mundialmente famosa cervejaria alemã foi fundada pelo Duque William V em 1589. Localizada no coração de Munique, muito próxima à Marienplatz, a Hofbräuhaus é parada obrigatória para aqueles que desejam experimentar cerveja de qualidade em um ambiente altamente típico, com decoração rústica, garçons e garçonetes vestidos a caráter, muita música alemã e animação. O estabelecimento que reúne bar, restaurante e ponto turístico em um só local tem capacidade para 3 mil pessoas e, inclusive, tem em seu histórico o registro da visita de clientes muito famosos, como Mozart e Lenin.





Igreja de Nossa Senhora (Frauenkirche)


Um dos cartões-postais mais conhecidos de Munique. Isso porque as duas torres da catedral gótica podem ser vistas de diversas partes da cidade e, por isso, são tidas como pontos de referência. As duas torres medem 99 metros e, segundo informações obtidas, nenhuma nova construção da cidade pode atrapalhar a visão da catedral sob determinação prevista na lei local.



 Jardim Inglês (Englischer Garten)


O belíssimo parque, um dos maiores em área urbana do mundo, é dividido em duas partes: a norte, com três quilômetros de extensão, e a sul, com um total de dois quilômetros. Além de belas paisagens naturais, repletas de verde, o visitante irá encontrar uma extensa área onde estão restaurantes e os tradicionais biergartens (jardins onde é possível degustar a tradicional cerveja alemã).



 Marienplatz/Neues Rathaus


A bela e vibrante praça que leva o nome da Virgem Maria, localizada no bairro de Altstadt, também é considerada o coração de Munique. Isso porque a maioria dos pontos turísticos interessantes da cidade estão concentrados nas imediações do local. 
O relógio mecânico (Carillon), que fica no alto da torre, executa a disputa (e dança) de bonecos em miniatura em determinadas horas do dia: 11h, 12h e 17h. 

Neuschwanstein - o castelo de contos de fada

A paisagem mais parece uma obra de arte: um castelo instalado em uma região montanhosa de uma floresta, muito próximo de uma cascata. A obra do rei da Baviera Ludwig II, mais conhecido como o rei louco, foi feita em benefício próprio, porém, segundo dados históricos, o criador do estonteante projeto só pôde usufruir dele por 170 dias, até sua morte. 

O belíssimo, porém inacabado, Neuschwanstein recebe 1,3 milhão de visitantes todos os anos.
Acredita-se que o castelo teria inspirado Walt Disney durante a construção do castelo da Cinderela.


Viktualienmarkt


Um passeio pela Viktualienmarkt e você terá a oportunidade de conhecer um local supervibrante, repleto de pedestres indo e vindo e de barraquinhas posicionadas umas ao lado das outras. Flores, frutas e legumes frescos são vendidos em grande quantidade nessa charmosa feira. 
Além de aproveitar a atmosfera do local, é possível saborear queijos e vinhos, doces, os famosos pretzels (tradicional pão alemão que tem formato de nó), baguetes e uma infinidade de outras delícias.

É nessa praça que também se encontra um dos biergartens mais movimentados da cidade; são jardins voltados para a degustação da cerveja, onde é possível experimentar a bebida, além dos variados tipos de salsicha que fazem parte da culinária da região. 




Fonte: Melhores Destinos

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Pontos turísticos em Paris

Não há pessoa no mundo que não tenha vontade de conhecer Paris. Com um ar romântico e tranquilo, também é escolhida por casais que querem passar a lua-de-mel nesse cenário inesquecível. Os monumentos, arquiteturas e parques da capital da França nos contam histórias de séculos passados, e continuam encantando gerações!
Confira os 10 pontos turísticos mais visitados de Paris:
1- Torre Eiffel
Construída no século XIX, a Torre Eiffel é o monumento mais visitado do mundo! Do topo da torre, é possível ver toda a cidade. Ao todo são três níveis abertos para visita, e para chegar ao segundo nível deve-se subir cerca de 300 degraus. O acesso ao terceiro nível é feito somente através de elevadores.
Com certeza a Torre Eiffel se tornou o símbolo mais lembrado quando o assunto é Paris e França.

2- Catedral de Notre Dame

O estilo gótico da arquitetura da catedral que é uma das mais antigas da França encanta a todos. Além disso, os quase duzentos vitrais presentes ali também são de tirar o fôlego! Todo o interior da catedral, os sinos, os órgãos e os vitrais compõem uma das mais belas atrações da cidade!

3- Arco do Triunfo

Inaugurado em 1836, o Arco do Triunfo foi construído em comemoração as vitórias militares de Napoleão Bonaparte. Gravados nesse monumento estão nomes de batalhas e generais, e em sua base está o “túmulo do soldado desconhecido”, nome dado ao monumento erguido em homenagem a todos os soldados que morreram durante as batalhas e seus corpos não foram identificados
.

4- Ponte Neuf

Essa é a ponte mais antiga entre as que passam pelo Rio Sena, um dos marcos da arquitetura da cidade. Seu nome, “Ponte Nova”, foi dado para destinguir essa ponte das antigas pontes medievais que existiam na época de sua construção.

5- Basílica Sacré Couer

A Basílica está localizada no ponto mais alto da cidade, no monte Martre. Após construída, sua arquitetura serviu de inspiração para várias outras catedrais e basílicas ao redor do mundo.

6- Museu do Louvre

Considerado o mais importante do mundo, e o mais visitado, o Museu do Louvre é onde se encontra um acervo com importantes obras como a Mona Lisa e a Vênus de Milo, e artistas como Goya e Michelangelo.

7- Rio Sena

É o belíssimo rio que banha toda a capital francesa e desagua no Oceano Atlântico, e sua fonte é de propriedade da cidade de Paris. O transporte turístico de visitantes pelo rio é tradicional, na maioria das vezes o meio utilizado é o “bateaux mouches”, os famosos “barcos mosca” que são utilizados somente para o turismo.

8- Moulin Rouge

O Moulin Rouge, que em português significa Moinho Vermelho, é um famoso e tradicional cabaré de Paris. O cabaré continua em funcionamento para aqueles que gostam da vida boêmia da cidade, e querem reviver o ambiente da Belle Époque.

9- Palácio de Versalhes

O Palácio de Versalhes é um castelo real, construído em 1664 para abrigar a família real. Atualmente o castelo é uma das atrações da França, é uma atração paga, aberta aos turistas, que podem visitar o Palácio Principal, os jardins, e os domínios de Maria Antonieta.

10- Jardim de Luxemburgo


O Jardim de Luxemburgo é o maior parque público da cidade de Paris, e é onde está sediado o Senado de Paris. É comum os moradores de Paris irem até o jardim para fazer refeições durante os intervalos de aulas ou trabalho.

Agora que conhecemos um pouco desses maravilhosos pontos turísticos de Paris, já podemos pegar o primeiro avião com destino a felicidade.
Boa semana a todos!
Fonte:Blog Mala Pronta

sexta-feira, 25 de julho de 2014

15 dicas para você adquirir um estilo de vida saudável!

Qualidade de vida é o assunto do momento. Dados do Ministério da Saúde apontam que doenças associadas ao estilo de vida matam mais que o trânsito e a violência.

Sugiro que você se coloque em primeiro lugar na sua agenda, antes dos compromissos do dia-a-dia, se cuidando e se protegendo.

O alcance desse fundamental objetivo só acontece ao concluir que:

1º) Você vale a pena

2º) E que você é a pessoa mais importante que existe.

Agora se você quer saber como anda o seu nível de qualidade de vida. Veja se está incorporando no seu cotidiano, as seguintes dicas:

Quinze dicas para melhorar qualidade de seu estilo de vida

1º) Busque um sono melhor, mais profundo e reparador.

2º) Envolva-se com uma alimentação mais adequada com seu gasto calórico.

3º) Introduza o movimento na sua vida.

4º) Encontre um tempo por menor que seja para o relaxamento e a meditação.

5º) Tenha a atitude simples de buscar estar presente com sua cabeça onde está o seu corpo.

6º) Ao acordar antes do café da manhã tome um copo d'agua.

7º) Faça respirações profundas e tranquilas sempre que se perceber vivo.

8º) Espreguice e boceje várias vezes por dia.

9º) Contemple mais a vida que nos cerca e pense menos. Não leve a vida muito a sério.

10º) Traga ao seu mundo social mais amigos. Pessoas queridas são fatores fundamentais para adquirir uma vida melhor com mais resultado e qualidade.

11º) Se possível, more perto do trabalho.

12º) Após o almoço tenha mais momentos de divertimento e recreação.

13º) Não se irrite no trânsito. Irritar-se no trânsito produz uma péssima qualidade de vida, porque o trânsito está muito inserido no nosso dia a dia.

14º) Tenha uma boa alimentação mental. Não esqueça de que para aonde vai a sua cabeça, a vida corre atrás. Pense coisas boas, que a vida assim também será da mesma forma.

15º) Evite o ódio, a raiva e a mágoa porque esses são venenos que atingem você e não o adversário; pois levam para a corrente circulatória hormônios que irão destruir uma boa perspectiva de vida. Seja esperto, não odeie as pessoas. Não por ser bom para elas, mas porque é melhor para sua saúde e felicidade.

Você também poderá acrescentar outros itens que considerar importantes.

Fonte: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/nunocobra39.htm

terça-feira, 8 de julho de 2014

Decoração de casas grandes

Hoje em dia há muitas ideias e muitas sugestões para poupar espaço e conseguir faze uma decoração bonita e funcional mesmo em casas pequenas. Mas as casas grandes acabaram por ficar um pouco “esquecidas”, até porque é muito mais difícil decorar espaços grandes!

Ocupar o espaço vazio

A regra número 1 para decorar uma casa grande é não encostar todos os móveis às paredes. Estamos habituados a fazer isso nas casas pequenas porque não temos espaço para mais e acabamos por transpor isso para outras realidades onde pode não ficar bem. É claro que móveis grandes devem realmente ficar junto a uma parede, mas os sofás e outros móveis pequenos podem ser colocados estrategicamente, aproveitando todo o espaço que tem.

Para entende o que estamos a dizer, tomemos o exemplo dos sofás. Se tem uma sala ampla não precisa colocar os sofás junto à parede. Poderá colocá-los afastados, desde que o espaço seja mesmo suficiente para passar livremente. A ideia é fazer na sala um ponto central onde colocará a mesa de centro e, “em volta” os sofás. Tenha em conta também a posição do televisor se for caso disso.




Outro exemplo prático está mais relacionado com as secretárias, quer seja num escritório ou mesmo num quarto de adolescente ou criança. Muitas pessoas têm o hábito de as colocar junto à parede. Na decoração de casas grandes deve-se optar por afastar a mesa da parede e colocar a cadeira entre a parede e a mesa, para que a pessoa fique virada para o centro da divisão.

Chão e paredes

Casas grandes têm certamente paredes grandes e muita área de “chão”. Essas casas tendem a ficar frias se estiverem muito vazias.
Numa casa assim grande não poderão falta tapetes generosos, especialmente nas salas de estar. Também quartos e outras divisões devem possuir tapetes mas de tamanho mais moderado. Outro aspeto muito importante é ter peças de tamanho grande que se destaquem entre a decoração. Pode ser uma jarra, um cadeirão ou até uma mesa de apoio visualmente apelativa.
Quanto às paredes, tem várias opções disponíveis. No caso dos quadros, deverá optar por exemplares de tamanho proporcional à divisão. Se quiser colocar quadros pequenos deverá fazer combinação de vários de forma a ocuparem a mesma área que o quadro grande ocuparia. Poderá ainda optar por pintar uma parede de uma cor marcante mas que mantenha a harmonia com a restante decoração.



Fonte: Dicas de Decorações de Casa 

sexta-feira, 4 de julho de 2014

O que é Automação Residencial?


Automação significa integrar diversos e complexos equipamentos de sua casa em um único sistema simples, inteligente e eficaz eliminando a necessidade de diversos controles remotos para executar uma função simples como assistir um filme no Home-Theater ou ajustar a temperatura de toda a casa em 23ºC. 




Conforto, simplicidade praticidade, esses são os objetivos de uma casa inteligente. Num mundo onde o tempo foge de nossas mãos, esses são requisitos que desejamos e que a automação nos proporciona no dia-a-dia. Controle de luzes, regulagem da temperatura, monitoramento da residência e outras tantas funções do nosso cotidiano ajustadas de forma automática, minimizando as preocupações dos moradores. Com sensores de presença, temporizadores ou até um simples toque em um botão do IPAD ou IPHONE é possível acionar cenas ou tarefas pré-programadas, trazendo maior praticidade, segurança, economia e conforto para você.




Quais aparelhos são compatíveis com automação?


Partiremos do princípio de que tudo o que é energizado pode ser automatizado como, por exemplo, sistema de áudio e vídeo, de iluminação, persianas, piscina, hidromassagem, ar condicionado, cobertura solar móvel, sistema de monitoramento, eletrodomésticos inteligentes, etc.

Importante: Consulte antes de adquirir os seus produtos, pois algumas marcas não são compatíveis.


Qual o melhor momento para fazer a automação residencial?


Você terá acesso à automação a hora que desejar.Normalmente existem três situações bem comuns, são elas:
  • Você está com o projeto da casa que irá construir.

Este é um ótimo momento para falar sobre automação, pois nada ainda foi feito e, assim, aumentam as possibilidades de ser desenvolvido um belo projeto para você, priorizando sempre as suas necessidades.

  • Você já está construindo a sua casa.

Neste caso, é comum serem necessárias algumas modificações e adaptações no projeto, uma vez que a obra já está em andamento.

  • Você já mora em sua casa.

Fale sobre as suas expectativas com relação à automação que será viabilizado um projeto com o que estiver dentro das possibilidades, e do que a estrutura da sua casa permitir. Fique tranquilo, pois não terá quebra-quebra em sua casa. Com um equipamento europeu, tecnologia de última geração, será trocado o comando do interruptor, ou seja, o que está por trás dele, para automatizar tudo o que foi previamente definido.

Lembramos que um bom eletricista é fundamental para o processo de automação.